Ir para o conteúdo

dinetec

A segunda etapa da vacinação contra febre aftosa que iniciou no dia 1º de novembro, termina na próxima segunda-feira (30/11). A comunicação ao Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) pode ser realizada até o dia 10 de dezembro. Contudo, conforme a Unidade Regional de Água Boa/MT mais da metade das propriedades ainda não informaram sobre a vacinação dos bovinos e bubalinos.

vacinação contra febre aftosa no matogrosso foto Francsico Alves Sedec

Foto: Francisco Alves | Sedec.

Na Unidade Regional de Água Boa, que abrange nove municípios (Água Boa, Campinápolis, Canarana, Cocalinho, Gaúcha do Norte, Querência, Nova Nazaré, Nova Xavantina e Ribeirão Cascalheira), desde o início do período de vacinação (01/11), o percentual da comunicação não ultrapassou nem 25% do total do rebanho. O percentual mais alto de animais vacinados comunicados foi no município de Água Boa com 28,80% (42.946) e o mais baixo, em Querência apresentando apenas 14,82%(8.915). Entre as propriedades, 27,42% (72) das propriedades de Nova Nazaré já comunicaram. Em contrapartida, apenas 14,21%(57) das propriedades de Cocalinho comunicaram ao Indea.

Agricultores familiares: os invisíveis do agro

Conforme o médico veterinário da Unidade Regional, Francisco Souto, a diferença do percentual está muito mais significativa em comparação às vacinações anteriores.“Nós estamos preocupados em relação a esse atraso”, concluiu Souto. Na etapa passada, com o auge da pandemia do novo coronavírus, o período de comunicação ao Indea foi prorrogado. Contudo, não está previsto e ainda nada foi definido uma prorrogação da segunda etapa pelo Ministério da Agricultura. 

Vale lembrar, que a comunicação da vacinação pode ser realizada por email ou em um dos escritórios locais do Indea até o dia 10 de dezembro.

Por Vitória Kehl Araujo, da AGRNotícias.

1 comentário

  1. […] Mais da metade das propriedades do Médio Araguaia ainda não comunicaram a vacinação contra a feb… […]

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: