Ir para o conteúdo

Gaúcha do Norte é mais um município a fazer parte do projeto Patrulhamento Rural. No dia 19 de julho, o Sindicato Rural de Gaúcha do Norte, junto com a 3ª Companhia da Polícia Militar de Paranatinga, Sistema Famato e outros parceiros, colocou em prática na região o Projeto Patrulha Rural. A princípio o patrulhamento acontece ao longo das estradas MT-20 e MT-129.

Sindicato Rural – Foto; Assessoria Sistema Famato

O vice-presidente da Famato e superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, popularmente conhecido com Chico da Paulicéia destaca que o objetivo deste projeto é aproximar a Polícia Militar da comunidade do campo. Ele acrescenta ainda que esta ação conta com o uso de tecnologia de comunicação e localização georreferenciada. “Temos capacitado os profissionais da Polícia Militar com cursos do Senar-MT”.

Médio Araguaia já enviou mais de 150 mil bovinos para o abate em 2021

O presidente do Sindicato Rural de Gaúcha do Norte, Josenei Zemolin, conta que a Polícia Militar está fazendo o cadastramento das propriedades, criando rotas para melhorar o tempo de chegada da equipe policial e estabeleceu uma comunicação direta entre os proprietários e a Policia Militar. Além disso é fixada uma placa refletiva informando que a área é monitorada. “Ao todo serão mais de 400 produtores atendidos”.

Polícia Militar – O Patrulhamento Rural está sendo implantado em todo o estado de Mato Grosso pela Polícia Militar junto com os produtores rurais. Começou com um piloto no Sindicato Rural de Rondonópolis, apoiado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), para coibir os crimes nas fazendas.

Em Primavera do Leste o projeto já está em funcionamento desde fevereiro deste ano e deve expandir para os demais municípios da região. A PM pretende desenvolver ações de cooperação tática e operacional com o objetivo de assegurar mais segurança aos produtores rurais.

Segundo o coronel Bastos, com a atuação integrada entre a polícia e os sindicatos rurais, o comando vai reforçar as atividades que já são praticadas pela polícia com suporte de informações e colaboração dos próprios produtores rurais.

Governo do Estado – Por meio do Programa Mais MT o governo estadual investirá cerca de R$ 35 milhões na Patrulha Rural da Polícia Militar. Com o recurso, a PM poderá adquirir veículos e uniformes adaptáveis ao policiamento especializado e comprar equipamentos mais modernos – meios que vão expandir a atuação dos policiais e garantir segurança aos produtores rurais, sindicatos do setor agrícola, pequenos produtores e moradores da zona rural do estado.

Fonte: Assessoria Sistema Famato/ Governo do Estado.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: