Skip to content

TRR-Topázio (1)

Foram 260 mil hectares cultivados com o milho nesta segunda safra e a expectativa é de média de produtividade entre 110 e 120 sacas por hectare após clima ajudar o desenvolvimento das lavouras. Produtores aproveitaram bons momentos de venda e já avançam nas negociações da safrinha 2021.

Até o momento, 85% das lavouras de milho segunda safra já foram colhidas em Querência no Mato Grosso e os trabalhos devem ser encerrados até o dia 25 de julho no final da próxima semana em todos os 260 mil hectares.

O produtor rural e ex-prefeito, Gilmar Wentz, assumiu no mês de julho a presidência do Sindicato Rural de Querência

Gilmar Wentz.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Querência/MT, Gilmar Reinoldo Wentz, essa foi a maior área já cultivada com milho safrinha no município e a expectativa também é para a maior produção de todas, já que as médias de produtividade são esperadas entre 110 e 120 sacas por hectare.

Colheita do milho chega a 70% da área em Água Boa 

A liderança também destaca que o cenário econômico também é positivo. Muitos contratos foram fechados já no ano passado com preços entre R$ 26,00 e R$ 28,00, patamar nunca antes praticado neste período, e que após atingir o pico de R$ 40,00 a saca entre janeiro e fevereiro, o cereal é cotado à R$ 30,00 hoje na região.

Diante dessa realidade, até mesmo o planejamento para a próxima segunda safra de milho em 2021 está avançado. Wentz relata que a expectativa é ampliar novamente a área cultivada e que os produtores já estão fechando trocas e buscando insumos e sementes.

Fonte e matéria completa: Notícias Agrícolas.

Deixe uma resposta

Scroll To Top
%d blogueiros gostam disto: