Ir para o conteúdo

Pequenos produtores do Assentamento Nova Aliança em Gaúcha do Norte – MT tem apostado na cultura do gergelim. Cerca de 28 hectares estão destinados ao grão nesta safra e devem receber os trabalhos finais de colheita já nos próximos dias. A produção faz parte de um projeto piloto implantado na localidade em 2021 com o incentivo da Empaer (Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural) e da LC Sementes, empresa responsável pela compra de toda produção e com sementes disponibilizadas pela Embrapa.

Em fevereiro, as primeiras sementes foram lançadas ao chão, com boa germinação e desenvolvimento em boa parte das propriedades. Há cerca de um mês, as plantas foram cortadas e amontoadas e agora aguardam a fase final da colheita. “Quando começou a amarelar as primeiras vagens, cortamos toda a produção e colocamos em montes, onde ficam entre 35 e 45 dias em processo de secagem, assim, o produto perde toda a humidade. Nos próximos dias já vamos bater, peneirar e ensacar nossa produção”, disse a produtora Eliane Ferreira Neto que destinou 1,5 ha (um hectare e meio para a cultura).

Dia de Campo em Canarana mostrou resultados visuais de ensaios com a cultura do Gergelim

Com mão de obra familiar ou mutirão entre os pequenos produtores, a produtora apontou muita dificuldade no início. “Foi bem difícil no início, muitos aqui não tem recurso próprio, não consegue financiamento devido a documentação da terra junto ao INCRA ainda não estar liberada, então fomos levando com as próprias pernas, com muita dificuldade. Mas, estou animada com a cultura e não vou parar, muito pelo contrário, quero produzir cada vez mais”, disse a produtora.

A produção do Assentamento já está com a venda garantida. Os contratos de compra e venda foram firmados antes mesmo do plantio. A empresa LC Sementes é certificada pelo Ministério da Agricultura e vai comprar toda a produção e efetuar os pagamentos à vista. Segundo o proprietário da empresa, Leandro Loder, o projeto visa produzir uma semente com maior qualidade.

Armazéns de gergelim podem receber soja em 2022 e desafogar a descarga em Canarana

Os produtores aguardam ansiosos finalizar os trabalhos no campo e efetivar a venda e recebimento da produção. “Para nós é muito mais que uma cultura, é uma oportunidade para melhorarmos a nossa qualidade de vida e termos condições de investir na nossa propriedade para as próximas safras”, finalizou Eliane.

Por Cely Trevisan, para a AGRNotícias.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: