Ir para o conteúdo

A nona edição do Soja InTécnica começou em Querência – MT, município que está entre os maiores produtores de grãos do Mato Grosso e o maior produtor do Vale do Araguaia. Neste primeiro dia, os produtores rurais de toda a região puderam conferir 72 cultivares de soja cultivadas na área experimental da Rural Técnica, empresa que organiza o evento, além de conhecer opções para sua atividade.

A AGRNotícias, presente no Soja InTécnica pela terceira edição consecutiva, acompanhou um pouco da movimentação pelos campos experimentais. Na manhã desta quinta (20.01) a classe produtiva rural pode conferir uma palestra com o Agr. Dr. Germison Tonquelski, que falou sobre o manejo de sugadores no sistema de produção milho e soja, onde ele trouxe orientações para o produtor adotar no controle de percevejo e cigarrinha, que causam grandes prejuízos ao agricultor se não controlado efetivamente.

Mato Grosso lidera produção agropecuária brasileira por 4 anos consecutivos 

Torquelski explicou que orienta dois principais manejos: “Trabalhar muito a dinâmica de populações. Que é trabalharmos para entregarmos uma população menor de sugadores na cultura que vem em sucessão, que no caso, na região, é o milho segunda safra e trabalhar a presença de plantas tigueras de milho. Há de se tomar o cuidado de se retirar essas plantas. Talvez esse seja hoje o fator mais importante no manejo de sugadores, tanto pro percevejo marrom, do barriga verde ou da cigarrinha”.

Presente no evento, na ideia de apontar opções para a classe produtiva estava a Produtividade Irrigação, empresa que a 20 anos comercializa no Mato Grosso irrigadores da marca Valley. O Diretor Comercial, Renato Araújo, explica que a empresa “aposta no uso cada vez maior da irrigação na região porque ele explica que o Médio Vale tem muita água e regiões planas propícias para a instalação do equipamento”. O uso de pivôs para dar garantia e aumento de produtividade segunda safra e para até uma terceira safra vem crescendo na região, capitaneada por produtores de Querência.

O Gerente Agro Rafael Gallina, da Sicredi Araxingu, cooperativa de crédito também presente no evento, explicou que a cooperativa está de olho no movimento do produtor e busca sempre alternativas para atende-lo em sua demanda contínua, seja em custeio, investimento ou seguro. “Com esse aumento dos custos de produção, estão bastante antecipadas algumas negociações, pois o produtor está buscando alavancar sua carteira para fazer alguns fechamentos de negócio em condições que o favoreçam, e pra isso a gente está aqui, pra reforçar nosso papel como aliado dele”.

Thiago Konageski, Proprietário da Rural Técnica, lembra que eventos como o Soja In1Técnica dão justamente a oportunidade do produtor buscar alternativas em momentos de balanço de custos incertos para a próxima safra: “A próxima safra a gente está desenhando um custo mais elevado. Isso requer uma atenção especial do produtor, que, acostumado com um produto, as vezes não encontra ele, e o produtor tem que fazer algumas combinações. E essas combinações estão aqui.”

Antigo Vale do Esquecidos tem oito municípios entre os 100 mais ricos do agro brasileiro

O 9º Soja In´Técnica vai até sexta-feira (21.01), com programação que começa às 07:30h e vai até às 11h. às 08h haverá palestra com Leandro Zancanaro  – que falará sobre “Manejo eficiente de solos arenosos’, além de outra palestra em seguida com Matheus Palhano – que falará sobre ‘Biotecnologia aliada ao controle de plantas daninhas’.

O Soja In’Tecnica é realizado na Estação Rural Técnica, na Fazenda Londrina, conta com o patrocínio do Senar-MT e Aprosoja – MT, bem como com o apoio da Prefeitura Municipal de Querência e Secretaria de Agricultura.

Por Lavousier Machry, para AGRNotícias.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: