Ir para o conteúdo

Publicidade.

Uma operação da Polícia Federal cumpre, nesta quinta-feira (12), quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Sinop, no norte do estado, contra investigados por importação e comercialização ilegal de agroquímicos de origem estrangeira.

Produtos foram importados de forma ilegal, segundo a polícia — Foto: Polícia Federal

De acordo com a polícia, três ordens são cumpridas em casas e comércios de Sorriso e uma em Lucas do Rio Verde, ambos municípios localizados no norte do estado.

As investigações da operação ‘Mãe-Terra’, segundo a PF, iniciaram a partir de denúncias que apontavam um homem como um dos principais contrabandistas de agroquímicos de Sorriso e região.

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão no norte de MT — Foto: Polícia Federal

Fiscalizações realizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nos últimos meses identificaram agroquímicos ilegais em propriedades rurais atribuídas aos investigados.

Segundo a polícia, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) descobriu uma grande movimentação bancária suspeita na conta dos investigados.

A Justiça Federal autorizou a quebra de sigilo bancário e os investigadores constataram que os suspeitos de comercializar fertilizantes ilegalmente movimentaram, em dois anos, R$ 154 milhões.

Estiagem já provoca perdas superiores a 40% na safra de milho em Água Boa

A PF disse ainda que grande parte do dinheiro movimentado não tinha identificação de origem e o destino, na maioria das vezes, era para pessoas que já responderam pelo crime de transporte e uso ilegal de defensivos agrícolas.

Agora a Polícia Federal tenta descobrir quem são os fornecedores nos países de fronteira, a estrutura logística utilizada para o transporte e os destinatários.

Por g1 MT

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: