Ir para o conteúdo

TRR-Topázio (1)

As cotações da soja no mercado futuro da Bolsa de Chicago fecharam a sessão da sexta–feira em níveis mais fracos, com desvalorização de até 2 pontos nos contratos com vencimento mais próximo. Na semana, porém, o saldo líquido foi positivo, com o contrato de vencimento em agosto ganhando 6 pontos relativamente à sexta-feira da semana anterior e o de novembro 4 pontos. O spread agosto/novembro (safra velha x safra nova) fechou a semana com 5 pontos em favor de agosto (era de 3 pontos no final da semana anterior).

O aumento das tensões diplomáticas entre EUA e China, agora com a China determinando o fechamento do consulado americano em Chengdu, capital da província de Sichuan no sudoeste do país asiático, foi fator determinante para pressionar os preços na bolsa na sexta-feira. A medida foi uma retaliação contra o fechamento do consulado chinês em Houston, no Texas, pelo governo americano. Boas vendas de soja americana, porém, inclusive com destino supostamente a portos chineses, amenizaram as perdas.

Preços de venda da soja crescem quase 30% no semestre

No Brasil, o mercado de câmbio fechou a sexta-feira com o dólar em leve queda de 0,1%, cotado a R$ 5,21 para venda. Na semana, a moeda americana teve forte recuo de 3,3% relativamente ao final da semana anterior.

Os preços da soja no mercado brasileiro, base portos, fecharam a sexta-feira com preços entre R$ 117,50 e 120,00 por saca, praticamente estáveis relativamente ao final da semana anterior.

Por SojaNews/Fundação MT.Chicago 27.07.20

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: