Ir para o conteúdo

Em torno de 150.693 bovinos foram mandados para o abate pelos produtores dos municípios do Médio Araguaia matogrossense, entre janeiro e junho de 2021. A informação é da regional do Indea de Àgua Boa – MT, que compreende os municípios de Água Boa, Campinápolis, Canarana, Cocalinho, Gaúcha do Norte, Querência, Nova Nazaré, Nova Xavantina e Ribeirão Cascalheira.

abate de bovinos

Imagem ilustrativa; Foto – Divulgação Imac.

A média mensal de abates de 2021 está em 25.115, contra 26.900 de 2020. Pelo ritmo de abate até então, há uma sinalização que o número de animais enviados para abate na contabilização anual fique próxima da de 2020, quando foram enviados 323.370 animais para os frigoríficos. No ano passado, o segundo semestre apresentou envios mais elevados que o primeiro, situação que pode se repetir esse ano. Vale salientar, contudo, que 2020 foi um ano atípico para a pecuária regional, devido aos impactos da Pandemia da Covid-19. O número de abates foi 7,7% menor que 2019.

Em 2021, até então o município que mais enviou animais para o abate foi Agua Boa (33.003), seguido por Nova Xavantina (26.611) e Canarana (22.528).

Outros espécies enviadas para abate

Avicultor de Canarana-MT reaproveita esterco de galinhas e produz 1,5 mil Ton de adubo por ano

O levantamento feito pelo Indea também aponta o número de peixes e aves enviados para o abate pelos produtores da região. Canarana, que possui uma propriedade com aviário focado na produção de ovos, enviou 25.720 frangos para o abate.

Canarana é um dos cinco maiores produtores de peixe do Mato grosso

O município, que também é um dos cinco maiores produtores de peixe de Mato Grosso, também enviou 369.305 peixes para o abate. Outros municípios que também tem a produção em escala na região são Gaúcha do Norte (10.750 peixes para o abate) e Campinápolis (com 7.200 peixes para o abate).

Por Lavousier Machry, com informações de Inácio Roberto.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: