Ir para o conteúdo

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), apresentou um estudo que identificou e mapeou as nascentes preservadas em propriedades rurais na região Leste, por meio do projeto Guardião das Águas. A pesquisa apontou que, das 8.867 nascentes localizadas nos municípios de Canarana, Nova Xavantina e São Félix do Araguaia, 2.080 estão em áreas agricultáveis, e em ótimo estado de conservação.

Os dados apontam também que a preservação das fontes na região chega a 99%. O mapeamento também foi realizado em Querência e Bom Jesus do Araguaia, nessas localidades a preservação das nascentes chega a 98%. Em três anos de projeto já foram identificadas 63.859 fontes, em 34 municípios do Estado.

A produtora rural de Nova Xavantina, Ediane Dalcin, destacou a importância do projeto. “Em nosso município foram identificadas 3.403 nascentes, dessas 99% estão em ótimo estado de conservação, isso desmistifica a imagem do produtor agrícola de que é ele que degrada o meio ambiente. Estamos fazendo nosso papel ambiental, ajudando na sustentabilidade socioeconômico e contribuindo com o meio ambiente”, declarou.

Entrevista Exclusiva – Dr. Eugênio fala sobre o Zoneamento

Gerente de Sustentabilidade da Aprosoja e responsável pelo projeto, Marlene Lima, explica que por meio da ação tem sido possível apresentar à sociedade dados concretos do quanto o produtor preserva e cuida do meio ambiente e mostrar que a produção de alimentos de Mato Grosso é aliada à preservação. “O que identificamos até o momento é um número muito bom de nascentes conservadas, demonstra que aqui se pratica uma agricultura com responsabilidade ambiental comprovada”, enfatizou Marlene.

Para o presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, o Guardião das Águas é sem dúvida um dos principais projetos da instituição. “É absolutamente fantástico esse projeto, em média 95% das nascentes mapeadas em propriedades rurais estão em ótimo estado de conservação, e algumas delas intactas. Isso mostra que o produtor rural está preocupado não só com o plantio de soja e milho, mas também em preservar o meio ambiente”, afirmou Cadore.

Por Aprosoja.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: