Ir para o conteúdo

Publicidade.

O município de Canarana-MT, alcançou no ciclo 2021/22, mais de 550 mil hectares com lavoura em primeira e segunda safras. Os dados foram disponibilizados pela Secretaria de Agricultura (Seagri).

Produtores, no entanto, acreditam que falta mais pesquisas sobre o gergelim para que as safras sejam mais regulares nos próximos anos.

Lavoura de gergelim na fazenda AgroDurigon em Água Boa – MT; Foto – Eng. Agrônomo Fábio Fernando Durigon.

A soja, que é plantada em primeira safra, ocupa a maior área, com 320 mil hectares. O milho ocupou 153.700 hectares. A terceira maior cultura é o gergelim, com 45 mil há, o que ainda faz do município o maior produtor nacional do grão.

O milheto ocupou uma área de 20 mil há, seguido pelo sorgo com 10.500. As demais culturas ocupam áreas menores. O feijão soma 1.200 há, a pipoca 120, o arroz 200 e a chia 140 hectares. O total de área para a produção de grãos na safra e safrinha foi de 550.860 há.

LEIA MAIS – Deputado quer acabar com rodeios no Rio Grande do Sul

LEIA MAIS – Na primeira vez que um governador vai a Gaúcha do Norte, Mauro Mendes inaugura asfalto e anuncia novas rodovias

Além dos grãos, Canarana alcançou 14.250 hectares com algodão, uma cultura que vem ganhando espaço e deve chegar a 20 mil nos próximos cinco anos. A crotalária, utilizada como cobertura e para combater nematoides, ocupou 1.700 há.

De pastagens o município tem 120 mil hectares. Porém, em segunda safra os produtores utilizaram 20 mil há de lavoura para plantar o ruzizienses, que é utilizado como cobertura e também como integração lavoura pecuária. Já o capim sudão ocupou 270. Canarana possui um rebanho de 220 mil cabeças de gado.

Na produção de madeira, a teca ocupa uma área de 1.070 hectares e na seringa são 140 hectares. Outras culturas em destaque são a melancia, do qual Canarana é o maior produtor estadual; e a piscicultura, com a quinta maior produção de Mato Grosso.

Conforme o secretário de Agricultura, Cleyton Dias, o levantamento foi feito direto com cada produtor. Ele também repassou a produtividade média da soja na última safra. “A média de Canarana foi de 58 sacas de soja por hectare, o que foi um excelente resultado”, disse.

Para o produtor rural Fabiano Dallasta, a safra de soja foi muito boa. “O tempo correu bem, a produtividade se manteve na média do ano passado e as estradas estavam em boas condições. Já na safrinha acredito que teremos uma perca na casa dos 15% no milho”, opinou.

Por Rafael Govari para AGRNotícias.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: