Ir para o conteúdo

Um atoleiro na rodovia estadual MT-322, próximo ao distrito de Espigão do Leste (São Felix do Araguaia – MT), popularmente conhecido como “Baianos”, está impedindo o tráfego de veículos pesados há quase uma semana, sendo que no último sábado (13.02) foram contabilizados mais de 200 carretas e caminhões parados na rodovia.

O ponto de maior carretas paradas está próximo a um armazém que recebe parte da safra da região, grande protagonista na agricultura regional. Conforme Alípio Portilho, presidente da Associação dos Produtores do Espigão do Leste (Apel), em entrevista para a AGRNotícias, conforme as chuvas foram se intensificando no final de semana, o número de veículos pesados que não conseguiam prosseguir viajem foi aumentando.

A associação de produtores deslocou máquinas para à região para tentar dar trafegabilidade à estrada. “Estamos com máquinas particulares lá, pagando hora pra terceiros. Não estamos conseguindo resolver. Está uma situação tensa, com muitos caminhoneiros parados e os ânimos estão se alterando”, explica Alipio. As máquinas tem um grande trecho para consertar, desde o “Posto do Arnô” até a divisa com São José do Xingu – MT.

Na BR-158, que também corta à região, num trecho de 120km sem asfalto, a mesma situação de carretas paradas está sendo relatada por caminhoneiros e produtores. A Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso) se manifestou, através de seu vice-presidente Leste, o produtor Diego Dallasta, que disse que a instituição está em contato direto com os poderes Legislativo e Executivo para estar conversando e cobrando as demandas dos produtores da região. “Tanto a BR-158 como MT-322 já tem previsão de obras, estamos empenhados ao máximo na cobrança”, afirmou Diego.

A Associação dos Produtores do Espigão do Leste, criada em 2020, tem por objetivo arrecadar fundos para recuperar as rodovias e fazer parcerias com o Governo do Estado prevendo também o asfaltamento da MT-322. Espigão do Leste é uma das maiores regiões produtores de grãos do Vale Araguaia. Contudo, todas as rodovias estaduais (322, 109, 110 e 243), que interligam Espigão do Leste, ainda são de estrada de chão, que necessitam constantemente de trabalhos para manter sua trafegabilidade.

Produtores de Espigão do Leste, no Vale Araguaia, criam associação para asfaltar rodovias

Possível solução

Na última quinta-feira (11/02), o vice-governador do Estado de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, esteve em uma reunião com lideranças políticas de todo o Vale do Araguaia em Água Boa, e anunciou que o asfaltamento de rodovias estaduais no Norte Araguaia e Xingu, criará um novo corredor norte/sul para o tráfego na região, sendo uma rota alternativa à BR-158 enquanto não é concluído o asfalto na via federal.

Governo lança licitação para pavimentar 68 km e ligar Distrito do Espigão do Leste à BR-158 

O Governo do Estado pretende, via consórcio de municípios, asfaltar 91 km pela MT-322 até Espigão do Leste e, a partir dali, mais 68 km da MT-109 até Canabrava do Norte, que fica a 22 km distante da BR-158, já próximo a Porto Alegre do Norte. O asfaltamento dos 68 km da MT-109, tem previsão de inicio das obras de pavimentação para abril de 2021.

Por AGRNotícias. Fotos e vídeos cedidos por Alípio Portilho.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: