Ir para o conteúdo

Em tempo de pandemia a palavra “contágio” virou sinônimo de preocupação. Mas para o cooperativismo de crédito, mais especificamente no Médio Araguaia, o “contágio” é e sempre foi um meio de propagação de boas práticas financeiras, aliadas à comunhão de objetivos pelo bem comum.

Há 32 anos, poucas dezenas de pequenos produtores rurais no Médio Araguaia começou a espalhar os princípios cooperativistas, de mão em mão, de casa em casa, e a disseminação da prática da união de forças foi aumentando e, em 2021, atingiu o marco de 41 mil contagiados pelo cooperativismo de crédito no Vale do Araguaia, onde atua a Sicredi Araxingu.

Para o Presidente da cooperativa, Eldo Renck, esse marco histórico é mérito de cada associado, dirigente e colaborador da instituição, que recentemente atingiu a marca de R$2.2 Bilhões de Crédito emprestado na região. “Esse mérito é também daqueles poucos fundadores de mais de três décadas atrás {…} A cooperativa começou com um pequeno grupo de produtores rurais e é muito interessante a forma como tudo se propagou. Saímos de um pequeno grupo dos produtores rurais e praticamente, hoje, cada sócio fundador foi multiplicado por mil”, explica, satisfeito, Eldo.

Futuras instalações da Sicredi Araxingu em Britânia-Go.

Como exemplo de contagiado pelo espírito cooperativista está o produtor rural Flávio Adalberto Tiemann Jr, associado desde 2004 que viu no pai, , associado desde 1989, o exemplo de como o cooperativismo transforma um negócio e uma comunidade. “O Sicredi foi e continua sendo muito bom pra nós. Sempre que precisávamos, a cooperativa nos ajudou, principalmente em tempos difíceis. O Sicredi entende a vida do colono e a relação é descomplicada, isso facilita muito os negócios”, disse Flávio.

“Esse marco na Sicredi Araxingu, que é o resultado da união de duas cooperativas (Araguaia e Alto Xingu), tem uma lógica. Essa lógica é alicerçada no papel da cooperativa nas comunidades que atua. Hoje, claro, saímos do horizonte inicial e estamos em plena expansão. Estamos com 16 agências e ainda em 2021 teremos um total de 20 agências “, salienta o dirigente. 

Raça girolando completa 25 anos

“O que nos deixa muito motivados é que o sicredi é esse ganha-ganha, em que todo mundo consegue, de alguma forma, vislumbrar diferenciais competitivos na utilização de produtos e serviços financeiros através da cooperativa. Esse efeito multiplicador nos dá uma visão de futuro interessante. E se continuarmos nessa proporcionalidade, nós com certeza seremos uma das maiores cooperativas do Brasil, “ finaliza Renck.

A Sicredi Araxingu, recentemente, de forma a atender melhor o público associado rural, disponibilizou a linha de crédito NPR (Nota Promissória Rural), com taxa a partir de 1,07% ao mês. Para ser associado ou para saber mais sobre as linhas de crédito disponíveis, ou como ajudar a propagar o cooperativismo na sua comunidade, a cooperativa convida para um café em uma de suas agências. Fale com seu gerente e contagie a prática de cooperar.

Por AGRNotícias.

Deixe uma resposta

Role para cima
%d blogueiros gostam disto: