Skip to content

TRR-Topázio (1)

O desafio logístico de escoar a safra nos quatro municípios que mais produzem grãos no Médio Araguaia mato grossense, é o gargalo para o desenvolvimento da região, que tem uma produção que bate recordes a cada ano. Plantar, cuidar e colher nem sempre basta para o produtor, que precisa estar atento ao que ocorre da porteira pra fora.

Um levantamento realizado pela AGRNotícias, junto à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) do Mato Grosso, apontou que pelos principais municípios produtores de grãos na região (Canarana, Água Boa, Querência e Gaúcha do Norte) percorrem 1.208,23 km de rodovias estaduais. Ao todo, 10 rodovias riscam a região e 213,89 km do total das estradas estaduais está pavimentada. O levantamento exclui rodovias planejadas e em via urbana.

A nível de Estado, Mato grosso possui uma malha rodoviária estadual de 29.684,39 km, sendo 7.287,13 km (24,54%) pavimentados. Há ainda, outros 2.999,08 km de rodovias planejadas. Os dados estão no mapa do sistema rodoviário estadual, na atualização de 2020.Estrada Comodoro - MT

Os números salientam o desafio enorme que o Estado tem pela frente nos próximos anos. Não só pela pavimentação, mas também pela manutenção das vias que servem de trecho para escoamento da safra, que coloca Mato Grosso como principal produtor agrícola do país. 

Um dos critérios de rateio de recursos arrecadados com Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação) que os produtores rurais pagam sobre o Óleo Diesel, à título de informação, é justamente a quantidade de rodovias estaduais não pavimentadas num município, sendo o percentual maior conforme o tamanho da malha à ser mantida.

FETHAB completa 20 anos marcado por polêmicas – Entenda como funciona a arrecadação e o rateio

O maior produtor da região e um dos maiores do país, Querência, possui, por exemplo, uma malha rodoviária estadual de 314,98 km, com 4,87% pavimentado. Lá, contudo, está sendo desenvolvido uma Parceria Público Privado (PPP) para asfaltamento de parte das vias. Nessas parcerias, Governo do Estado, Prefeitura e produtores se unem, inclusive, para asfaltamento de vias.

Canarana desponta como município que mais possui rodovias estaduais em seu território (379,36 km) e também é o município com o maior percentual destas rodovias com pavimentação (36,48%). 

Na contramão, Gaúcha do Norte, aponta como município sem nenhum percentual de estradas estaduais com pavimentação. Vale salientar, contudo, que também está sendo desenvolvido no município uma PPP para asfaltamento de parte da MT-129, sendo que as obras devem iniciar ainda em julho de 2020. 

Assim, o cenário regional se põe como um dos mais desafiadores do Estado. Num ritmo empregado de pavimentação dos últimos anos, proporcional ao que ainda precisa ser feito, haverão muitas safras com escoamento abaixo de pó. Pelos mais de 900 km ainda não pavimentados, resta ao produtor continuar fazendo o melhor possível da porteira pra dentro.

Por AGRNotícias

Deixe uma resposta

Scroll To Top
%d blogueiros gostam disto: